Encontro Nacional de Motorhomes

Encontro Nacional de Motorhomes em Santa Helena – Pr

Estivemos presentes em Santa Helena РParana na semana Santa de 2015 participando do belissimo encontro de motorhomes, onde tiveram presentes mais de 300 participantes com suas belas casas sobre rodas. La tivemos o prazer de conhecer este maravilhoso hobby ṭo pouco divulgado em nosso pais.

No ponto auge deste encontro tivemos um show de epoca com o canto Moacir Franco e tambem tivemos o prazer de conhecer a Pastoral de Nossa Senhora da Estrada onde escrevo um pouco sobre esta santa a seguir

Motorhome Pastoral RodoviariaPois eu nunca tinha ouvido falar, até que no dia 02/04/15 assisti a uma missa com o Pe Germano o qual leva consigo a pregação de Nossa Senhora da Estrada por todos caminhos do Brasil, inclusivo foi noticia do Fantástico (https://www.youtube.com/watch?v=NkTtPZGQ6_Q).  Na oportunidade assisti a uma missa diferente. Sei que foi diferente porque freqüento missas e esta para não dizer que foi muito boa, digo que foi diferente.

Não vou entrar no mérito da questão mas, neste mesmo dia recebi um sinal (uma graça) muito especial, que só poderia ter sido desta santa. Se tenho alguém pra provar isto que eu digo? Tenho sim, e por sinal é uma pessoa que nem católica é, mas mesmo assim isto só interessa a mim, e por isto estou escrevendo a historia desta santa abaixou.

Nossa Senhora da EstradaNossa Senhora da Estrada

Desde os primeiros séculos os cristãos pedem a proteção da Virgem Maria ao viajarem, porque Ela vivenciou os perigos das estradas, carregando seu filho Jesus, nos braços, ao lado do bom José. Naqueles tempos viajar pelas estradas era uma aventura arriscada, que podia custar a própria vida. A cada passo havia uma dificuldade, por causa do deserto, do mato fechado, dos pântanos e dos rios sem pontes. Sem contar com o perigo eminente das feras selvagens e dos salteadores. 

A tradição mais antiga da invocação à Nossa Senhora da Estrada teve início no começo século XIII, na Itália. Nessa época um desconhecido colocou um quadro com a imagem de Maria e o menino Jesus, de autoria anônima, numa velha capelinha à beira da estrada, logo na saída de um dos caminhos que ligavam Roma ao interior. 

Os viajantes ficaram surpresos e felizes, pois tinham o hábito de parar diante da capelinha para orar a Deus pedindo a sua proteção com a ajuda da Virgem Maria. A divulgação do culto correu rápida alcançando toda a cristandade, do Ocidente e do Oriente. Muitas igrejas foram erigidas e colocadas sob a invocação de Nossa Senhora da Estrada. A mais antiga era aquela capelinha, mas foi derrubada, reconstruída e dedicada à Santa Maria da Estrada, onde o quadro original permaneceu para a veneração dos fiéis. 

Mais tarde tornou-se uma igreja importante para os jesuítas, porque foi a primeira a lhes ser confiada pelo Papa Paulo III, em 1541. Três anos depois, anexa a ela se construiu a casa da Companhia de Jesus, ou “casa de La Strada” onde o fundador da recente Ordem viveu até o final da vida. 

De novo, em 1602, a igreja foi demolida, desta vez com parte da casa anexa, para dar para dar lugar à igreja titular da Companhia de Jesus. Entretanto, dentro do novo templo, chamado igreja “del Gesú” construíram uma pequena réplica da capelinha para abrigar o quadro original da imagem de Nossa Senhora da Estrada. Em algumas localidades essa imagem é venerada com o nome de Nossa Senhora dos Viajantes. O dia de sua festa é 24 de maio. 

Uma das mais belas orações dedicada à Nossa Senhora da Estrada foi escrita pelo Papa Pio XII, em 1957, e diz assim: “Ó doce Maria Nossa Mãe Celeste, sê guia dos nossos passos nas Estradas muitas vezes pedregosas de nossa vida, e quando esta chegar ao seu fim, sê para nós porta do céu e mostra-nos o fruto Bendito de Teu Ventre, Jesus”|

Esse culto chegou ao Brasil através dos jesuítas. Mas é importante citar que o Brasil criou um serviço da Igreja Católica, único no mundo todo, chamado Pastoral Rodoviária. Ele existe desde 1976 e seu responsável é o Bispo Diocesano da cidade de Ponta Grossa, Paraná. A Pastoral Rodoviária é a maior divulgadora da devoção à Nossa Senhora da Estrada.

Fonte: http://www.paulinas.org.br

Comentários estão fechados